‘Vespas assassinas’ não representam perigo tão grande a humanos, dizem especialistas nos EUA

Entomólogos asseguram que Vespas Gigantes Asiáticas têm como alvo abelhas e não atacam humanos se não forem incomodadas. Insetos foram encontrados pela primeira vez no país no final de 2019, em Washington.

Após a comoção causada, principalmente em redes sociais, pela divulgação de que Vespas Gigantes Asiáticas, apelidadas de “vespas assassinas”, foram encontradas pela primeira vez nos Estados Unidos, entomologistas ressaltam que elas podem ser perigosas para seres humanos, mas não costumam atacar se não forem incomodadas.

A maior ameaça do inseto – que chega a medir 5 centímetros – é para as comunidades de abelhas, que não tem mecanismos de defesas contra elas e são seu alvo principal. Segundo Sven-Erik Spichiger, entomologista do Departamento Estadual de Agricultura de Washington, apenas algumas Vespas Gigantes Asiátias podem exterminar uma colmeia saudável inteira em poucas horas.

Mas Chris Looney, outro entomologista do mesmo departamento de Agricultura de Washington, e que atua na busca pelas vespas, disse nesta quinta-feira (7) à Associated Press que as pessoas nos EUA devem evitar o pânico. “O número de pessoas que são picadas e precisam buscar atendimento médico é incrivelmente pequeno”. De acordo com ele, esses insetos não estão atrás das pessoas.

Looney diz ainda que as Vespas Gigantes Asiáticas sequer são “assassinas”.

Também segundo a AP, especialistas dizem que apenas duas vespas do tipo, já mortas, foram encontradas em Washington em dezembro de 2019, e apenas um ninho vivo foi encontrado e exterminado em setembro, no Canadá. Este ano, nenhum inseto da espécie foi localizado ainda.

Looney, porém, aparece em fotos com insetos capturados em uma armadilha perto de Blaine, em Washington, em 23 de abril (veja acima).

Outros entomologistas ouvido pela agência de notícias se mostraram indignados pelo apelido.

Doug Tallamy, da Universidade de Delaware, reclamou: “Isso é 99% promoção da mídia e estou francamente ficando cansado disso. Vespa assassina? Por favor”.

Por e-mail, o especialista em abelhas Jerry Bromenshenk, aposentado pela Universidade de Montana, foi mais comedido, mas também reclamou. “Um ninho, uma vespa, esperamos, não causa uma invasão… queremos essa vespa? – com certeza não. Mas a promoção da mídia é extremamente exagerada”.

Ler mais

Microsoft vende participação na empresa israelense de reconhecimento facial

O braço de capital de risco da Microsoft, M12, investiu na AnyVision como parte de uma rodada de financiamento de US $ 74 milhões em junho de 2019.

A Microsoft anunciou planos de alienar sua participação acionária na empresa israelense de reconhecimento facial AnyVision, após uma investigação da empresa pelo ex-procurador-geral dos Estados Unidos Eric Holder.

O braço de capital de risco da Microsoft, M12, investiu na AnyVision como parte de uma rodada de financiamento de US $ 74 milhões em junho de 2019.

Holder e sua equipe no escritório de advocacia Covington & Burling conduziram uma auditoria da AnyVision a partir de outubro de 2019, depois que a NBC News e outros veículos de comunicação, incluindo a Forbes e a publicação de negócios israelense TheMarker, informaram que a startup de reconhecimento facial estava vigiando os palestinos em toda a Cisjordânia.

Em um resumo das descobertas, publicado na sexta-feira , Covington & Burling disse que a tecnologia é usada nos postos de fronteira entre Israel e a Cisjordânia, mas observou que “as evidências disponíveis demonstram que a tecnologia da AnyVision não tem anteriormente e atualmente não alimenta uma massa. programa de vigilância na Cisjordânia, que foi acusado em reportagens da mídia. ”

O escritório de advocacia disse que conversou com funcionários e terceiros e revisou registros contábeis e outras evidências para chegar a sua conclusão. Reconheceu que a revisão era “limitada em certos aspectos por restrições legais à divulgação de informações confidenciais”.

A NBC News informou em outubro de 2019 que a tecnologia da AnyVision alimentou um projeto de vigilância militar classificado que monitorou os palestinos na Cisjordânia. O projeto foi tão bem-sucedido que a AnyVision ganhou o principal prêmio de defesa de Israel em 2018 por evitar “centenas de ataques terroristas” usando “grandes quantidades de dados”.

Ativistas de direitos humanos argumentaram que o trabalho da AnyVision de monitorar palestinos na Cisjordânia era incompatível com suas declarações públicas sobre padrões éticos para a tecnologia de reconhecimento facial .

“Após cuidadosa consideração, a Microsoft e a AnyVision concordaram que é do melhor interesse de ambas as empresas alienar sua participação na AnyVision”, afirmou a Microsoft em comunicado. “Para a Microsoft, o processo de auditoria reforçou os desafios de ser um investidor minoritário em uma empresa que vende tecnologia sensível, uma vez que esses investimentos geralmente não permitem o nível de supervisão ou controle que a Microsoft exerce sobre o uso de sua própria tecnologia”.

A Microsoft também anunciou uma mudança global em sua política de investimentos para encerrar os investimentos minoritários em empresas que vendem tecnologia de reconhecimento facial para dar à empresa “maior supervisão e controle sobre o uso de tecnologias sensíveis”, segundo comunicado divulgado sexta-feira.

Ler mais

Sparians on Form

Proin convallis tincidunt erat, nec ornare lectus ornare sollicitudin. Cras in vehicula metus. Sed eget volutpat enim. Vestibulum non congue nisi. Donec consectetur urna accumsan mattis hendrerit. In posuere magna ut dui sagittis, pretium pharetra tortor lobortis. Maecenas malesuada lacinia lorem nec fringilla. Quisque id ullamcorper augue. Phasellus laoreet, ex nec pulvinar tristique, metus diam egestas mauris, et fermentum justo mauris quis orci. Maecenas efficitur, mi id iaculis venenatis, dolor velit elementum lacus, in eleifend velit dolor ac nisi.

Ler mais

Etiam eu orci luctus est pulvinar egestas.

Etiam eu orci luctus est pulvinar egestas. Duis malesuada, justo et maximus malesuada, mi arcu pharetra justo, vitae tincidunt massa justo ornare massa. Cras quis urna at lectus ullamcorper posuere. Vestibulum tempus mauris magna, id consectetur dui dictum nec. Donec lacinia, quam blandit consectetur egestas, justo sem facilisis lorem, nec scelerisque erat lectus sed odio. Sed ut maximus lectus, at luctus enim. Nunc consequat magna sit amet turpis tincidunt, ac ultricies nibh dapibus. Donec ultricies, leo eget volutpat aliquet, quam est rutrum nisl, eget imperdiet magna enim ut nisl. Mauris aliquet, magna id scelerisque posuere, nisi mi molestie ipsum, eget vulputate purus diam quis nisi. Pellentesque cursus nunc elementum condimentum fringilla. Phasellus ex mi, suscipit id ligula vitae, scelerisque rhoncus elit. Nam luctus congue dolor, eget iaculis magna ullamcorper at. Praesent ullamcorper risus vitae turpis porta ornare non non libero. Vestibulum efficitur pharetra varius. Nam ligula magna, euismod ac pellentesque porta, varius nec urna.

Integer eu faucibus dui, a vehicula nisi. Maecenas elementum erat nec malesuada bibendum. Nam elit magna, luctus sed blandit eu, lacinia a felis. Maecenas nec massa maximus, maximus enim vitae, tempus justo. Vivamus eleifend eu est a lobortis. Proin placerat est mi, ut vulputate lectus tristique et. Suspendisse id justo a diam suscipit mattis. Donec pulvinar mi ac diam facilisis, in cursus quam aliquet. Morbi mollis, tortor ac eleifend laoreet, lorem tortor cursus nunc, volutpat blandit metus nisl suscipit dolor.

Ler mais

Vestibulum maximus quis

Vestibulum maximus quis odio a faucibus. Nunc iaculis tristique porta. Maecenas eu rhoncus arcu. Sed pretium auctor urna sed venenatis. Praesent condimentum egestas ornare. Pellentesque ac tortor vel libero mollis pulvinar et vitae justo. Curabitur maximus pretium dui, in accumsan felis mollis non. Donec placerat, lectus eu faucibus consequat, sem nibh dapibus tortor, sed ultrices nibh nunc et arcu. Pellentesque rutrum, libero ac suscipit volutpat, massa ex faucibus diam, et porta neque felis et ante. Nulla facilisi. Vivamus feugiat neque sed tincidunt interdum.

Integer maximus, nulla a interdum iaculis, augue odio pulvinar tellus, vel imperdiet nibh lacus quis nibh. Aliquam consectetur pretium dictum. In elementum neque vel posuere sollicitudin. Mauris nibh risus, ultricies at consectetur ut, finibus vel erat. Mauris eu tristique ligula. Fusce vel congue ex, consectetur dictum erat. Nullam ac congue est, sed dictum tellus.

Ler mais