Novo Facebook chega para todos; veja o que muda na rede social

Anunciado em abril do último ano, novo layout da rede social chegou na última sexta-feira (8); modo escuro está entre as principais novidades

O novo Facebook chegou a todos os usuários na última sexta-feira (8), após meses de testes. Anunciado em abril de 2019, na conferência F8, o redesign da rede social para desktop vem para simplificar a navegação e proporcionar um carregamento mais rápido das páginas. O novo layout, que se assemelha bastante ao visual do aplicativo do Facebook, traz o modo escuro como grande destaque e pode ser ativado em poucos cliques. A seguir, confira as principais mudanças da rede social.

1. Navegação simplificada

O redesign do Facebook para web carrega traços do visual do aplicativo para celulares Android iPhone (iOS), projetado para oferecer carregamento mais veloz e navegação mais fácil. O novo layout da rede social apresenta um feed de notícias mais enxuto, ícones maiores e uma barra de menus que permite saltar para áreas como grupos, páginas, Marketplace Facebook Watch.

Com um visual mais limpo e textos maiores, o Facebook espera facilitar a procura na rede social. Segundo a empresa de Mark Zuckerberg, a página inicial e as transições de página carregam com mais velocidade. Para ativar o novo layout, basta selecionar a seta no canto superior direito da página e selecionar a opção “Mudar para o novo Facebook”.

2. Modo escuro

Embora a mudança no layout chame bastante a atenção, o modo escuro é, sem dúvidas, o principal destaque do novo Facebook. Também conhecido como modo noturno, o recurso reduz o brilho da tela e proporciona uma experiência mais confortável em ambientes pouco iluminados.

Para ativar o dark mode no Facebook é preciso clicar sobre a seta no canto superior direito da página e selecionar a opção “Mudar para o novo Facebook”. A rede social mostrará algumas telas de introdução ao novo visual, e você poderá escolher entre os modos claro e escuro. A configuração pode ser revertida a qualquer momento no menu superior.

3. Gerenciamento de grupos, páginas e eventos

O novo Facebook também simplificou a criação de grupos, páginas e eventos. A principal novidade do processo, que está muito mais intuitivo, é que agora é possível obter uma prévia em tempo real do evento, grupo ou fanpage criada. Desta forma, o usuário sabe exatamente como a página ficará na versão web ou móvel antes de finalizar a criação.

Ler mais

Cão robô reforça medidas de distanciamento social em parque de Singapura

País possui mais de 21 mil casos de coronavírus, um dos maiores índices da Ásia. Por lá, violar as regras da quarentena pode resultar em multas e até prisão.

Um educado cão robô foi encarregado pelas autoridades de Singapura para ajudar a conter as infecções por coronavírus na cidade-estado pedindo que corredores e ciclistas mantenham distância entre eles.

O robô de quatro patas, movimentado por controle remoto e feito pela Boston Dynamics, foi usado pela primeira vez em um parque central nesta sexta-feira (8), como parte de um teste de duas semanas que pode se juntar a outros robôs que policiam os parques de Singapura durante o confinamento em todo o país.

“Vamos manter Singapura saudável”, disse em inglês o robô amarelo e preto chamado Spot. “Para sua própria segurança e para os que estão ao seu redor, afaste-se pelo menos um metro. Obrigado”, acrescentou, com uma voz feminina suave.

A cidade-estado, com 5,7 milhões de habitantes, possui mais de 21 mil casos, um dos registros mais altos da Ásia, em grande parte devido a infecções em massa entre trabalhadores migrantes que vivem em dormitórios apertados em áreas pouco visitadas por turistas.

De acordo com as regras para manter a quarentena até 1º de junho, os residentes só podem deixar suas casas para tarefas essenciais, como ir ao supermercado, e devem usar uma máscara o tempo todo em público. Exercício ao ar livre é permitido, mas deve ser feito sozinho.

As autoridades responsáveis pelos testes mais recentes — as agências governamentais de tecnologia e segurança cibernética — disseram em comunicado que o SPOT pode se movimentar em terrenos mais difíceis em parques e jardins.

Além de transmitir mensagens lembrando aos visitantes as medidas de distanciamento social, o Spot é equipado com câmeras e ferramentas de análise para estimar o número de pessoas no parque.

As autoridades disseram que as câmeras não seriam capazes de identificar indivíduos ou gravar dados pessoais.

O Spot também foi recentemente testado para uso em um hospital temporário, levando medicamentos para os pacientes.

Ler mais

China destrói igrejas durante pandemia

Governo comunista persegue cristianismo há tempos, mas se aproveita do surto de coronavírus para demolir templos

Com os fiéis cristãos isolados em casa por conta da pandemia da Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus, autoridades chinesas se aproveitaram da ausência deles para demolir suas igrejas no país, cujo governo comunista faz de tudo para impedir a manifestação da crença cristã.

Têm viralizado na internet vídeos de cruzes removidas com guindastes e construções postas abaixo por escavadeiras. As imagens têm sido enviadas por organizações não governamentais (ONGs) que lutam pela permanência do cristianismo no país oriental, como a Irmandade Cristã Chinesa e a ChinaAid, entre outras.

“A perseguição religiosa continua mesmo no meio da quarentena por causa do coronavírus”, escreveu Bob Fu, um dos fundadores da ChinaAid. “A Igreja de Xiangbaishu, na cidade de Yixing, província de Jiangsu, foi destruída pelo governo do Partido Comunista da China.

A cruz é a nossa glória”, complementa o ativistano microblog.

Algumas organizações governamentais foram formadas para controlar o culto cristão no país, mas são tantas as restrições que, obviamente, existe a intenção de suprimir aos poucos os seguidores do Senhor Jesus naquela nação.

Segundo o jornal britânico The Guardian, são cerca de 90 milhões de cristãos chineses, sendo que um terço deles congrega em igrejas escondidas do governo, ilegais. Mesmo nas legais, menores de 18 anos não podem entrar.

A publicação de Londres diz que 5,5 mil igrejas cristãs foram demolidas, desativadas ou até confiscadas pelo governo comunista e que, mesmo em alguns templos ainda permitidos pelas autoridades, os frequentadores são vigiados eletronicamente, com filas para reconhecimento facial na entrada e rastreamento por meio de seus celulares.

Nem on-line nem em casa
Com o avanço da Covid-19 e a quarentena sugerida pelo governo, os membros das igrejas cristãs registradas pelo Estado ou clandestinas passaram a se reunir pela internet, via teleconferência. Na província de Shandong, no leste do país, as organizações “cristãs” estatais declararam publicamente que as pregações on-line fossem interrompidas e que as igrejas que fizessem essas reuniões em segredo seriam desativadas. O mesmo estaria acontecendo nas outras províncias, mesmo sem advertência oficial.

Segundo o site de notícias norte-americano Breitbart, o Partido Comunista da China incentiva que pessoas denunciem também os cultos feitos em casa fora da época da quarentena, quem os promove e quantas pessoas os frequentam. E não só as reuniões domésticas são alvo da proibição. Ela se estende a seminários, ministérios, projetos de voluntariado, escolas dominicais e a qualquer outro tipo de iniciativa.

A Bíblia já antecipava a marcação cerrada do diabo aos cristãos: “E também todos os que piamente querem viver em Cristo Jesus padecerão perseguições.” (2 Timóteo 3.12). Hoje o maligno atua por meio de governos opressores e entidades que se incomodam com a Verdade que a Palavra de Deus dissemina.

Ler mais

Benjamin Netanyahu sugere crianças de microchip, criticadas por especialistas.

“Se as informações com a localização das crianças forem carregadas na Internet, um pedófilo com algum conhecimento cibernético poderá invadir o sistema e persegui-lo”, disse o especialista em cibernética Einat Meron.

Especialistas em cibercriminosos criticaram o primeiro-ministro Benjamin Netanyahu por sua proposta de “microchip” crianças que retornam às escolas e jardins de infância quando o bloqueio do coronavírus é suspenso, informou a Ynet na sexta-feira.
Enquanto falava em uma entrevista coletiva na segunda-feira, Netanyahu sugeriu que o Ministério da Saúde usasse novas tecnologias para ajudar Israel a se adaptar à sua nova rotina, enquanto o estado está suspendendo o bloqueio do coronavírus. “Ou seja, tecnologia que não foi usada antes e é permitida pela legislação que aprovaremos”, esclareceu.
“Falei com nossos chefes de tecnologia para encontrar medidas em que Israel é bom, como sensores. Por exemplo, todas as pessoas, todas as crianças – quero primeiro as crianças – teriam um sensor que soaria um alarme quando você receber muito perto, como os dos carros “, disse o primeiro-ministro.
“Será difícil fazer isso com mais de um milhão de crianças em idade escolar que retornam às suas instituições de ensino para garantir que um aluno fique a uma distância de dois metros do outro. É fictício e perigoso”, disse à Ynet o especialista em resiliência cibernética Einat Meron. .
“Teoricamente, eu entendo a idéia”, disse ela. “Mas embora esses microchips sensíveis à distância existam nos veículos, é diferente nos seres humanos”. De acordo com Meron, “um som de bipe dizendo que eu cheguei perto de alguém não é suficiente. Quem disse que isso vai mudar alguma coisa? Eu teria chegado mais perto de qualquer maneira”.
O especialista acrescentou que “o problema real é a fiscalização, e aqui tudo muda”. Meron disse à Ynet que “as crianças do microchip não passarão em nenhum teste – tanto na prática quanto na legalidade”. Semelhante à noção de Meron de que notificar os cidadãos à distância não afetará suas ações, muitos temem que o Estado faça uso das informações disponíveis pelos sensores.
“Se as informações com a localização das crianças forem carregadas na Internet, um pedófilo com algum conhecimento cibernético poderá invadir o sistema e persegui-los fora de suas escolas, segui-los e distribuir as informações em outras plataformas”, afirmou Meron. “O Estado pode assumir a responsabilidade por isso?”
O Gabinete do Primeiro Ministro respondeu ao relatório, dizendo que a sugestão de Ynet Netanyahu “não deve ser implementada através de bancos de dados, mas através de uma tecnologia simples que notifica [os cidadãos] sobre sua distância. É uma opção voluntária projetada para ajudar as crianças a manter distância, como Mobileye com veículos “.
O escritório acrescentou que a sugestão do primeiro-ministro é “uma idéia que pode ajudar a manter o distanciamento social e não haverá nenhuma violação da privacidade”.
Na quarta-feira, Walla informou que os movimentos de todos os veículos em Israel foram  rastreados pela polícia e armazenados em um banco de dados não regulamentado chamado Eagle Eye. Uma fonte citada pelo site de mídia disse que a informação “pode ​​ser mantida por anos a fio”.
A Associação dos Direitos Civis de Israel (ACRI) enviou uma solicitação sob a Lei de Liberdade de Informação de que a polícia divulga a extensão das operações do Olho de Águia, bem como o tempo em que as informações sobre os movimentos dos cidadãos são armazenadas no sistema. 
A polícia de Israel respondeu ao ACRI, dizendo que a atividade do sistema não era padronizada internamente, apesar de vários anos de operações. “De qualquer forma, uma vez finalizado, o procedimento não será divulgado ao público”, acrescentou a polícia.
No final de março, Yediot Aharonot relatou um banco de dados classificado Shin Bet (Agência de Segurança de Israel) que armazenava informações sobre todos os cidadãos israelenses e a maioria dos palestinos da Cisjordânia. Os dados rastreados pela agência de segurança incluíam movimentos, telefonemas e mensagens de texto.

Ler mais

How to find Best Foods in London China Town at night

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Atqui eorum nihil est eius generis, ut sit in fine atque extrerno bonorum. Non autem hoc: igitur ne illud quidem. Atque haec coniunctio confusioque virtutum tamen a philosophis ratione quadam distinguitur. Utilitatis causa amicitia est quaesita. Sed emolumenta communia esse dicuntur, recte autem facta et peccata non habentur communia. Itaque his sapiens semper vacabit. Duo Reges: constructio interrete. At enim hic etiam dolore.
Familiares nostros, credo, Sironem dicis et Philodemum, cum optimos viros, tum homines doctissimos. Philosophi autem in suis lectulis plerumque moriuntur. Universa enim illorum ratione cum tota vestra confligendum puto. Nonne igitur tibi videntur, inquit, mala? Pisone in eo gymnasio, quod Ptolomaeum vocatur, unaque nobiscum Q. Quia dolori non voluptas contraria est, sed doloris privatio. Sed tempus est, si videtur, et recta quidem ad me. An eiusdem modi?

Ler mais

Top 10 European Christmas Markets

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Atqui eorum nihil est eius generis, ut sit in fine atque extrerno bonorum. Non autem hoc: igitur ne illud quidem. Atque haec coniunctio confusioque virtutum tamen a philosophis ratione quadam distinguitur. Utilitatis causa amicitia est quaesita. Sed emolumenta communia esse dicuntur, recte autem facta et peccata non habentur communia. Itaque his sapiens semper vacabit. Duo Reges: constructio interrete. At enim hic etiam dolore.
Familiares nostros, credo, Sironem dicis et Philodemum, cum optimos viros, tum homines doctissimos. Philosophi autem in suis lectulis plerumque moriuntur. Universa enim illorum ratione cum tota vestra confligendum puto. Nonne igitur tibi videntur, inquit, mala? Pisone in eo gymnasio, quod Ptolomaeum vocatur, unaque nobiscum Q. Quia dolori non voluptas contraria est, sed doloris privatio. Sed tempus est, si videtur, et recta quidem ad me. An eiusdem modi?

Ler mais

7 Reasons Why You Should Book Bali For Your Next Trip

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Atqui eorum nihil est eius generis, ut sit in fine atque extrerno bonorum. Non autem hoc: igitur ne illud quidem. Atque haec coniunctio confusioque virtutum tamen a philosophis ratione quadam distinguitur. Utilitatis causa amicitia est quaesita. Sed emolumenta communia esse dicuntur, recte autem facta et peccata non habentur communia. Itaque his sapiens semper vacabit. Duo Reges: constructio interrete. At enim hic etiam dolore.
Familiares nostros, credo, Sironem dicis et Philodemum, cum optimos viros, tum homines doctissimos. Philosophi autem in suis lectulis plerumque moriuntur. Universa enim illorum ratione cum tota vestra confligendum puto. Nonne igitur tibi videntur, inquit, mala? Pisone in eo gymnasio, quod Ptolomaeum vocatur, unaque nobiscum Q. Quia dolori non voluptas contraria est, sed doloris privatio. Sed tempus est, si videtur, et recta quidem ad me. An eiusdem modi?

Ler mais

9 Best Insider Tricks to Help You Travel Super Cheap

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Atqui eorum nihil est eius generis, ut sit in fine atque extrerno bonorum. Non autem hoc: igitur ne illud quidem. Atque haec coniunctio confusioque virtutum tamen a philosophis ratione quadam distinguitur. Utilitatis causa amicitia est quaesita. Sed emolumenta communia esse dicuntur, recte autem facta et peccata non habentur communia. Itaque his sapiens semper vacabit. Duo Reges: constructio interrete. At enim hic etiam dolore.

Familiares nostros, credo, Sironem dicis et Philodemum, cum optimos viros, tum homines doctissimos. Philosophi autem in suis lectulis plerumque moriuntur. Universa enim illorum ratione cum tota vestra confligendum puto. Nonne igitur tibi videntur, inquit, mala? Pisone in eo gymnasio, quod Ptolomaeum vocatur, unaque nobiscum Q. Quia dolori non voluptas contraria est, sed doloris privatio. Sed tempus est, si videtur, et recta quidem ad me. An eiusdem modi?

Ler mais